Seikou Ito

MAIS SOBRE SEIKOU ITOU?

Seikou Ito

Criador do Método Leitura do Cérebro e Terapia Sob Medida.

Nasceu em 1947 em Quioto, Japão, como filho de família coreana residente no Japão. Ele está com 69 anos. Tentou o suicídio aos 12 anos devido a severa discriminação racial, mas não conseguiu realizar o intuito. Este incidente marcou sobremaneira a vida dele. A partir de então, ele recomeçou a vida, sempre perguntando-se o sentido, a razão e a necessidade de ele ter nascido. O que o motivou entrar nesta área de terapias foi o incidente com a sobrinha dele que nasceu com retardo mental. Para entender o que acontecia com a sobrinha, ele começou a estudar várias terapias tais como Acupuntura/ moxabustão, Massagem linfática, Medicina Natural, Quiropraxia, Cinesiologia Aplicada, etc. E em 1977 ele deu início a uma série de seminários e palestras. tanto para médicos, dentistas e outros terapeutas quanto para o público em geral. Nesse processo ele ficou com a dúvida atroz a respeito de tratamentos atuais de Medicina em geral, que não enxergam pacientes que estão na frente como indivíduos. Desenvolveu,entao, o método de leitura de cerebro para corresponder àquilo que cada paciente individualmente procura. Ele chama este método de tratamento como a terapia única sob medida. Em 2011 montou uma NPO (uma organização tipicamente japonesa que não visa lucros) para assentar uma Vila onde cada um dos moradores possa se desenvolver em todos os sentidos livre da estrutura social montada. E, ao mesmo tempo, montou o Instituto para Doenças Incuráveis onde se busca as causas de doenças ditas incuráveis por Medicina Atual e seus tratamentos.

Histórico de atividades de Ito Seiko

——————————————————————————————————————–

Maio de 1975: Seminário para médicos e dentistas

——————————————————————————————————————–

1982~1983: Foi para a Coreia a pedido da indústria terapêutica da Coreia do Sul. Vários seminários

——————————————————————————————————————–

Abril de 1984: Fundação o Instituto de Pesquisas de Medicina de Tratamento e a Sociedade de Cinesiologia Clínica

——————————————————————————————————————–

Janeiro de 1985: Fundação da Sociedade CK para portadores de deficiência e hospícios

——————————————————————————————————————–

Março de 1985: Encontro de Pais e Filhos

——————————————————————————————————————–

Julho de 1986: Curso para o futuro dos estudantes

——————————————————————————————————————–

Maio de 1986: Curso de Espaço (Escola livre para os adultos)

——————————————————————————————————————–

Julho de 1987: Comunicação uma boa relação entre homens e mulheres

——————————————————————————————————————–

Agosto de 1987: Palestra e simpósio de medicina holística

——————————————————————————————————————–

Fevereiro de 1988: Orientação de treinamento mental na universidade de Komazawa

——————————————————————————————————————–

Outubro de 1988: Orientação de ajudante maternal, gestantes e parturientes

——————————————————————————————————————–

Abril de 1990: Seminário de educação infantil para os pais e professores de creches

——————————————————————————————————————–

Maio de 1994: Seminário celicidade da mulher

——————————————————————————————————————–

Junho de 1987: Seminários engenheiros TI, seminário para empresários, chefes e educadores

——————————————————————————————————————–

Março de 1998: Escola L.H.C (life health communication)

——————————————————————————————————————–

Novembro de 2004: Seminário pesquisa a pessoa • trata para a pessoa, seminário para terapeutas

——————————————————————————————————————–

Março de 2007: Fundação do Grupo de Estudos de Sistemas da Vida

——————————————————————————————————————–

Novembro de 2011: Fundação do NPO (Organização sem fins lucrativos) Auto Pesquisa – Vila Anju

——————————————————————————————————————–

1984: Instituto de Pesquisas de Medicina de Tratamento • Sociedade de Cinesiologia Clínica • Seminário de Quiropraxia

Seminário com os temas [O que é doença e o que é sintoma?] [O que é tratamento] [O que é cuidados médicos?] [O quê é o ser humano?] com público alvo em médicos e dentistas.

 

1985: Encontro de pais e filhos

Orientação de mães sobre [os bebês, crianças pequenas e a como deve ser a comunicação com as crianças]. O seminário contou com a participação de lactantes e obstetrizes. As mães perceberam muitas coisas e teve muita emoção.

1986: Curso para o futuro dos estudantes (Para estudantes até o colegial)

Comunicação com os temas [o estudante se recusa a comparecer a escola] [bullying] [estudar] [mudança de período escolar] [amizades] [relacionamento amoroso] [emprego] [a sociedade] com público alvo em estudantes do ensino fundamental ao colegial. Houve um artigo no jornal Asahi e chamou a atenção de profissionais da área da educação.

1986: Curso de Espaço (um lugar para auto realização)

Para homens e mulheres que querem ter uma vida consentida. Uma escola livre onde o aluno busca o próprio crescimento convivendo, aprendendo, trabalhando juntos e investigando as suas possibilidades.

1987: uma boa relação entre homens e mulheres

Comunicação com os temas: O que é a relação entre homem e mulher? O que fazer para que tanto o homem quanto a mulher sejam felizes? O quê é marido e mulher? Casamento, divórcio, princípio masculino • princípio feminino.

1987: Seminário empresários e chefes

A pedido de uma corporação, palestra sobre empresa e municipalidade. Foi abordado vários temas.

1988: Ajuda maternal

Com público alvo em mulheres que sentiram uma grande necessidade de ajuda durante a própria gravidez, parto e puerpério. Junto com obstetras foi feito um curso maternal para orientação.

1990: Educação de crianças

Qual é a base da educação das crianças. O tema era “ler o sinal que a criança tem e esticar isso”, foi uma palestra a pedido de especialistas em educação de crianças e creches.

1994: A felicidade da mulher

O que é a felicidade da mulher? A mulher percebe. Relacionamento, nome, casamento, divórcio. A autonomia da mulher. O ponto de partida a partir dos 40 anos. Comunicação, orientação e contribuição com as mulheres que querem encontrar uma maneira de viver consentida.

1998: Escola de L.H.C. (Life Health Communication)

É uma escola fundada com o objetivo de desenvolver recursos humanos capazes de ensinar as pessoas como viverem felizes e saudáveis em uma sociedade onde muitas pessoas perdem os sonhos, a esperança o motivo de viver.

2004: Seminário para profissionais terapeutas [pesquisa a pessoa • trata para a pessoa]

Foi um seminário muito além no seguro médico. Orientação de técnicas e de como pensar para os profissionais que querem dar uma assistência médica melhor e que querem ter uma vida consentida.

2011: Fundação do NPO Auto Pesquisa – Vila Anju

Fundação do NPO (Organização sem fins lucrativos) [Auto Pesquisa – Vila Anju]. Tendo em mente que para que as pessoas realmente possam confiar umas nas outras e possam se ajudar entre si, é preciso [O respeito ao indivíduo] [O estabelecimento do indivíduo].

O caminho de Ito Seiko

(título do livro: A Pessoa Que Caminha Ito Seiko)

 

Depois de sofrer um intenso bullying no ensino fundamental, a resposta irracional dos adultos, a contradição do sistema social, apesar de experimentar tudo isso, ele não fugiu e continuou pensando, rumo às possibilidades, ele caminhou, viu como é a realidade da sociedade e desafiou, e passou a vida aplicando na prática.

Na segunda metade, intitulada de Segunda Vida, ele mantém uma atitude de maneira a vivera para alguém, ao saber que sua sobrinha sofria de deficiência cognitiva resolveu entrar para o mundo da terapia, e desenvolve uma técnica completamente nova para diagnosticar o que realmente há com a pessoa.

Exatamente a resposta para as perguntas da humanidade [Por quê, eu nasci?] [Para que eu vivo?] , e Itou Seiko apostou tudo de sua vida para buscar essa resposta.

Sempre buscando um novo horizonte, e aonde ele chegou ao final de sua luta era 100% a origem.

Algumas citações do livro de Ito Seiko [A Pessoa Que Caminha Ito Seiko], livro que fala sobre a vida de Ito Seiko.

========================================================

“A sociedade, o país estava caminhando para a indiferença, a apatia a falta de individualidade”. Mas mesmo assim você tem que descobrir como viver.

Para isso, era preciso lutar, se preciso apostando a própria vida.

Esse foi o caminho em que eu andei.”

Aos 20 anos viaja o Japão inteiro para aprender mais sobre a vida.

“Em busca de 100 empregos em 100 regiões”

“Quem está falando sobre a doença ou os sintomas é o paciente. Na verdade o melhor é que o próprio paciente possa se tratar. Mas na medicina do Japão não há esse tipo de pensamento, e os médicos também não ajudam nem um pouco. Isso é ensinado para eles”

“Se o país realmente está pensando no povo, deveria fornecer as condições para que cada um possa cuidar da sua saúde, e deveria educar para isso. Mas não há nada disso. Significa que o povo não tem nem permissão para viver a vida por conta própria.”

“Não tem muitas pessoas que sabem o significado de [国民 kokumin]. E nem a etmologia de [民min], no dicionário está escrito [quando a luz entra em um olho sem íris, significa o escravo que foi furado os olhos para ficar cego. Massa de pessoas que olham e não veem como se fossem cegos, refere-se as pessoas que ficam sob o domínio]”

“Dentro do cérebro há o que havia antes do surgimento do universo, aquilo que surgiu entre o momento em que não existia nada e o momento em que surgiu, o Yuragi. Yuragi é o significado, razão e necessidade da existência.”

“O método de leitura do cérebro é a própria comunicação. Quando há problemas de relacionamento, quando não se sabe como viver, quando está doente e não sabe o que fazer, aumente a sua capacidade de comunicação e surgirá um caminho para a resolução”

Na primeira vida lutei contra vários absurdos, Experimentei “o espaço de brilho dourado”, e encontrei o caminho da minha vida.

O objetivo da segunda vida é transmitir para outras pessoas essa “razão de viver” que eu encontrei. Esse é meu objetivo e esse é meu dever.

==============================================

Atualmente Ito Seiko abre o Anju Mura em Fuji Kawaguchiko-machi onde independente de homem ou mulher, idosos ou jovens ou portadores de deficiência, se ajudam entre si, plantam e colhem frutas e verduras sem veneno, e buscam a construção de uma utopia onde tudo que precisam para viver produzem por conta própria.

Leitura de Cérebro – Doenças Incuráveis

Aqui não vou me aprofundar em cada uma dessas terapias, mas vou me referir apenas sobre a terapia de equilíbrio gravitacional …

Leitura de Cérebro – Ombro Congelado

Muitas informações ficam armazenadas e formam redes dentro do cérebro. Não só as experiências que nós tivemos mas …

Inibir o desenvolvimento do Parkinson

O fato de existir, o fato de estar vivendo neste planeta, isso é a sabedoria do universo. Quando você nasceu, você estava …